Essa Luz Tão Brilhante
Autora: Estelle Laure
Editora: Arqueiro
Números de páginas: 208

O pai dela surtou e foi internado. A mãe disse que ia viajar por uns dias e nunca mais voltou. Wren, sua irmãzinha, parece bem, mas já está tendo problemas na escola. Lucille tem só 17 anos, e todos os problemas do mundo. Se não conseguir arrumar um emprego para pagar as contas e fingir para os vizinhos que está tudo em ordem, pode perder a guarda da irmã. Sorte a dela ter Eden, uma amiga tão incrível que se dispõe a matar aulas para ajudá-la. Azar o dela se apaixonar perdidamente justo agora, e justo por Digby, o irmão gêmeo de Eden, que é lindo, ruivo... mas comprometido.

Essa luz tão brilhante é a história de uma garota que descobre uma grande força dentro de si enquanto aprende que a vida e o amor podem ser imprevisíveis, assustadores e maravilhosos – tudo junto e misturado.



O livro nos traz a história de uma jovem família um tanto incomum e, por algumas vezes, com suas semelhanças em algumas da vida real.

A protagonista é Lucielle, uma jovem de 17 anos que se vê em uma vida conturbada. Seu Pai é um ex astro do rock que abriu mão de tudo pela família. Ele acaba surtando após anos de uma vida monótona, que o deixou cada vez mais insatisfeito com tudo em sua volta. Sua mãe, vendo tamanha pressão de lidar com toda situação, resolve tirar férias, mas sem retorno.

Agora Lucille tem que cuidar de sua irmã mais nova e ainda disfarçar toda essa história, pois correm o risco de irem para o sistema de adoção e acabarem se separando para sempre uma da outra. A barra que ela enfrenta não é nada fácil.

Com o dinheiro quase no fim, com as manobras que ela tem que fazer para cada vez mais não levantar suspeitas, Lucille acaba compartilhando com seus amigos o que está passando e eles, de certa forma, acabam ajudando.

A rotina dela não é fácil. Agora que conseguiu emprego, tem que se desdobrar para dar conta de tudo: cuidar da irmã, da casa, estudar e trabalhar fora para terem o que comer, sem notícia alguma da sua mãe.

Sua amiga Eden é uma das que ajuda bastante, faz o que consegue para Lucille, mas em certo momento da história acaba se distanciando dela, mas ainda resta Digby, o típico mocinho perfeito da história, mas que ainda não sabe o que realmente sente por ela.

O final foi algo que me deixou um tanto pensativa. Acostumada com desfechos felizes aqui não foi o que encontramos. Na verdade posso dizer que não foi bem um desfecho, fiquei com a sensação que faltou algo, mas em suma a história é muito boa, li em poucas horas.

O trabalho da editora com a obra é impecável. A capa é linda, a diagramação é perfeita para leitura e sem erros de revisão, indico a todos que gostam de livros nesse estilo.


Outro ponto que adorei foram as frases encontradas que, de certa forma, nos faz refletir e se inspirar.


Deixe um comentário

Agradeço desde já sua visita, adoraria saber sua opinião, critica, elogio, sugestão.
Ah deixe seu link que assim que possível retribuo a visita e o comentário.
Alguma dúvida enviar o e-mail para mari.blogstoriesandavice@gmail.com.
Beijo Mari ♥