Faça amor, não faça jogo
Autor (a): Ique Carvalho
Editora: Guterberg 
Número de Páginas: 224
Onde comprar: Amazon Extra | Saraiva

Sinopse: Viver a plenitude do amor é o desejo senão de todas, ao menos da maioria das pessoas. Amar e ser amado incondicionalmente, contar com o apoio de alguém para as horas difíceis e para os momentos alegres, e saber que independentemente do que fazemos, alguém estará ao nosso lado simplesmente pelo que somos é o ideal de vida de muitos.

Viver esse amor na prática, no entanto, nem sempre é fácil. E é exatamente sobre felicidade, vida e amor que Ique Carvalho fala neste livro. O autor, que começou escrevendo em seu blog e já tocou o coração de milhares de pessoas que se envolveram e se emocionaram com suas palavras, descreve com perfeição o amor que muitos procuram e poucos realmente encontram. E ele fala do amor em todas as suas expressões: desde o romântico entre duas pessoas até o mais puro e verdadeiro dos laços familiares, que ele tem com seu pai e mentor.
Como as relações humanas são frágeis e complicadas, os relacionamentos tornam-se difíceis, o que nos faz buscar a felicidade nos lugares ou nas pessoas erradas. Mas o autor nos faz enxergar a vida de forma diferente. Faça amor, não faça jogo é um lembrete de que, no jogo do amor, não é necessário haver ganhadores ou perdedores. Basta olhar e aceitar novos paradigmas e acreditar no que diz seu coração. E vivenciar isso de verdade.

Leia Mais



Olá leitores!
Hoje trago uma batalha de capas que foge das minhas leituras costumeiras, mas que mesmo assim pretendo ler, geralmente gosto de sair da zona de conforto e esse será um livro ótimo para isso.

Canção do Cuco é um lançamento da Novo Século, conheci ele em um evento ano passado, e logo me interessei pela história, achei a capa nacional mais bonita, chamativa por sinal. Agora deixem nos comentários qual é aquela que te chamou mais atenção.


Olá leitores!

Li o livro "Faça amor, não faça jogo", no ano passado, esse ano foi uma das minhas primeiras leituras novamente, em breve vou publicar a resenha, enquanto isso apresento algumas das músicas que o autor indicou para ler durante alguns capítulos, em cada novo tema uma nova canção.

Leia Mais


Olá leitores!
Mais um post com lançamentos da editora parceira L&PM, dessa vez duas biografias, para que curte o estilo não pode perde!

Lou Andreas- Salomé
Estar sozinha, viver interiormente para si, era para mim uma necessidade tão imperativa quanto o contato e o calor humano. Ambas necessidades muito fortes e apaixonadas, mas separadas e sujeitas à mudança e à alternância, e é justamente isso o que parece infidelidade e inconstância.

Romancista, ensaísta e psicanalista, Lou Andreas-Salomé (1861-1937) foi acima de tudo um espírito livre. Aos vinte anos, ela começa uma amizade filosófica com Nietzsche e brinca com o fogo de seu amor. Aos trinta, companheira do poeta Rainer Maria Rilke, guia-o no caminho da criação e foge de sua paixão. Aos quarenta, é acolhida por Freud como sua discípula mais brilhante. Mulher entre homens, ela sonha com um “mundo de irmãos”, de casamento sem sexualidade, de maternidade sem procriação, de inconsciente sem instintos destrutivos. Filosofia, poesia e psicanálise são os instrumentos da única afirmação que interessa a essa provocante mulher: o laço indissolúvel do indivíduo com a vida como um todo.


Pier Paolo Pasolini
Aqueles que, como eu, tiveram o destino de não amar segundo as normas acabam superestimando a questão do amor. Uma pessoa normal pode resignar-se – que palavra terrível – com a castidade, com as ocasiões perdidas, mas, comigo, a dificuldade de amar transformou a necessidade de amar em uma obsessão.

A vida de Pier Paolo Pasolini (1922-1975), um dos principais cineastas italianos de todos os tempos, poeta, dramaturgo, teórico da arte e da literatura, desenvolveu-se como um drama trágico. Homossexual assumido, artista polêmico, pagou caro por sua coragem: escândalos, processos e, por último, numa noite de novembro há mais de quarenta anos, foi vítima de um assassinato brutal e misterioso, em uma praia da cidadezinha italiana de Óstia.



O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo. O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas. Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: "Estou fazendo. Estou pensando." Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia. O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem. Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas. O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver. O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski. Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro. Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu. Aviso: não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: "Até tu, Brutus?" Bobo não reclama. Em compensação, como exclama! Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu. Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz. O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos. Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida. Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem. Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas! Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.


Clarice Lispector


Escrever é Esquecer

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. A música embala, as artes visuais animam, as artes vivas (como a dança e o representar) entretêm. A primeira, porém, afasta-se da vida por fazer dela um sono; as segundas, contudo, não se afastam da vida - umas porque usam de fórmulas visíveis e portanto vitais, outras porque vivem da mesma vida humana. 

Não é o caso da literatura. Essa simula a vida. Um romance é uma história do que nunca foi e um drama é um romance dado sem narrativa. Um poema é a expressão de ideias ou de sentimentos em linguagem que ninguém emprega, pois que ninguém fala em verso. 

Fernando Pessoa, in 'Livro do Desassossego



Título do Livro: Acima de Nós
Autor (a): Tais Cortez
Editora: Ágape
Número de Páginas: 302
Onde comprar: Amazon | Cia. dos Livros | Ágape
Sinopse: Laura e Rafael não poderiam ser mais diferentes. Ele nasceu em uma das famílias mais ricas da cidade de Catalina, e sempre teve tudo o que quis. Já ela é de origem humilde, e seu grande sonho é conseguir uma vida melhor. Mais do que isso, a visão que ambos têm de Deus é oposta: Laura o vê como um Deus de amor, enquanto Rafael não entende como Ele pode permitir que tantas coisas ruins aconteçam, incluindo uma tragédia que o assombra. Quando o comportamento dele começa a preocupar seus pais, ele é forçado a encontrar um emprego. A partir daí, esses jovens se encontram e a vida deles nunca mais será a mesma. Ela estava ocupada demais para se apaixonar, e ele sequer sabia que era capaz de sentir algo assim, mas, quando os planos de Deus são traçados, estão sempre acima de nós.

Leia Mais




Título do Livro: A Noiva Fantasma
Autor (a): Yangsze Choo
Editora: Darkside
Número de Páginas: 360
Onde comprar: AmazonFnac | Saraiva | Extra

Sinopse: Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma...
1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.
A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo.
Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.
Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea.
1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto. A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo. Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente. Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea. 

Leia Mais


 Olá leitores!
Hoje trago um post um pouco diferente, além de lançamentos vou divulgar o trailer do filme que tem estreia hoje nos cinemas, depois o post será de lançamentos de dois livros da editora parceira L&PM, chega de falatório e vamos as novidades.

Trailer do filme: Snoopy & Charlie - Peanuts


Leia Mais


Título do Livro: O Segredo do tempo
Autor (a): Sandra Pina
Editora: Biruta
Número de Páginas: 104
Onde comprar: Amazon | Submarino | Saraiva | Americanas

Sinopse: "- Que escuro, hein?- Cadê a lanterna?- Tá aqui.- Então liga, nê?!”
Eu só não consegui entender ainda onde é que a gente está. Que lugar é esse? Como é que a gente chegou até aqui? E de onde apareceu aquele barco... ? Caramba! É muita coisa ao mesmo tempo..., e agora?"Quem faz essa pergunta é a personagem que conta essa história que tem outra história dentro dela e pode até ter mais outra. Esse é o mistério. O que é real ou fantasia? A viagem de férias de Teca ao sítio da família com o irmão e os primos ou o que eles acabam descobrindo sozinhos dentro de uma caverna atrás das bananeiras e que ninguém conhecia?Por curiosidade que é coisa de gente interessada em "descobertas", eles serão os heróis dessa aventura que provoca medo e atração porque é uma viagem ao desconhecido.É um livro que pega o leitor desde o início e, com bastante motivação, aproxima prazer e conhecimento dando informações históricas da época da escravidão numa narrativa que traz o passado para o presente.

Leia Mais


Oi Pessoas!!!
Tudo bem com vocês?

Vi em bastante blogs e vlogs, tags onde os blogueiros/vlogueiros falavam e mostravam livros que deveriam ser livros em 2016. Eu achei bem legal e resolvi fazer uma lista com os livros que pretendo ler em 2016, isso não significa que realmente vou ler, mas vou fazer uma tremenda força para conseguir ler.





Leia Mais




Título do Livro: O Bangalô
Autor (a): Sarah Jio
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 320
Onde comprar: Amazon | Saraiva | Fnac | Extra

Sinopse: Verão de 1942. Anne tem tudo o que uma garota de sua idade almeja: família e noivo bem-sucedidos.No entanto, ela não se sente feliz com o rumo que sua vida está tomando. Recém-formada em enfermagem e vivendo em um mundo devastado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, Anne, juntamente com sua melhor amiga, decide se alistar para servir seu país como enfermeira em Bora Bora.
Lá ela se depara com outra realidade, uma vida simples e responsabilidades que não estava acostumada. Mas, também, conhece o verdadeiro amor nos braços de Westry, um soldado sensível e carinhoso.O esconderijo de amor de Anne e Westry é um bangalô abandonado, e eles vivem os melhores momentos de suas vidas... Até testemunharem um assassinato brutal nos arredores do bangalô que mudará o rumo desta história.A ilha, de alguma forma, transforma a vida das pessoas, e este livro certamente transformará você.

Leia Mais


A menina da Neve
Autora: Eowyn Ivey
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 352
Sinopse: Alasca, 1920: um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando cada vez mais um do outro. Em um dos raros momentos juntos, durante a primeira nevasca da temporada, eles constroem uma criança feita de neve. Na manhã seguinte, a criança de neve some. Dias depois, eles avistam uma criança loira correndo por entre as árvores. Uma menina que parece não ser de verdade, acompanhada de uma raposa vermelha e que, de alguma formam consegue sobreviver sozinha no frio e rigoroso inverno do Alasca. Enquanto Jack e Mabel se esforçam para entender esta criança que parece saída das páginas de um conto de fadas, eles começam a amá-la como se fosse sua própria filha. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam, e o que eles aprenderão sobre essa misteriosa menina irá transformar a vida de todos.

Leia Mais



Criado pelo blog "Eu leio, eu conto", Li até a página 100..., consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual até a centésima página.


Título do Livro: O Bangalô
Autor (a): Sarah Jio
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 320

Onde comprar: Amazon | Saraiva | Fnac | Extra

Primeira frase da página 100:
...na água, esperando por soldados de folga leva-las para o mar.

Leia Mais


Neve na Primavera
Autora: Sarah Jio
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 336

Sinopse: Seattle, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho.
Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade.
Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve.
Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos,
Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.

Leia Mais



Olá leitores!
Hoje trago uma batalha de capas de um livro que encontrei primeiramente na livraria, depois fui pesquisar mais sobre ele, agora quero ler nesse ano ainda rs.
Dessa vez a capa nacional me ganhou, mesmo elas não sendo tão diferentes.





 E na opinião de vocês qual deve ser a ganhadora?


Além do tempo e mais um dia
Autora: Lu Piras
Editora: L&PM Editores
Número de Páginas: 352

Sinopse: Até onde é possível desafiar os próprios limites?
Benjamin González Delamy teve poliomielite aos três anos. A doença paralisou suas pernas e o obrigou a passar a maior parte da infância preso a uma cadeira de rodas. Porém, ele tem a sorte de contar com uma família amorosa, que o apoia e o incentiva a não se resignar e a nunca desistir. Na escola, conta com a amizade de Angelina, uma doce menina que cuida dele e o protege. 
Aos doze anos, cansado de depender dos outros e do olhar de piedade das pessoas, convence os pais e os médicos de que a amputação é sua melhor chance de poder levar uma vida autônoma: a cirurgia o habilitaria a usar próteses, e seu grande sonho é ser um velocista profissional e participar das olimpíadas. Benjamin sabe que a decisão pela amputação é apenas o primeiro passo de uma longa caminhada repleta de desafios, tanto para o corpo como para a mente.

Ao lado de Angelina, sua amiga de infância e primeiro amor, ele se sente capaz de tudo. Mas o destino lhe pregará outra peça, colocando-se no caminho dos dois. Sem Angelina, será ele capaz de lutar pelo seu sonho? Até onde vai sua determinação? E seu amor por Angelina?

Uma encantadora história sobre superação, resistência, coragem e esforços sobre-humanos – e sobre um amor além do tempo.

Leia Mais




Olá leitores!
Desejo a todos um ótimo ano, repleto de conquistas e leituras maravilhosas!
Primeiro dia do ano, não consegui pensar em algo diferente para o blog, pensei em metas, pois pretendo ter bastante esse ano e vou me empenhar em cumpri-las, tanto aqui no blog como na vida fora dele.
Minha listinha não ficou gigante, pois pretendo cumprir e tendo outras novas no decorre do ano, vamos a listinha:
1. Ler um livro tema por mês conforme desafio pessoal (vou explicar no post nessa semana);
2. Está mais presente no blog, fazendo promoções aqui e nas redes sociais;
3. Pensa em algo novo para o blog (uma nova coluna, aceito sugestões);
4. Assisti mais filmes baseados em livros e publicar minha opinião aqui;
5. Ler 100 livros (Meta anterior consegui alcançar e pretendo fazer um post sobre ela aqui nesse mês);
6. Participar de 3 desafios literários;

Essas são as minhas metas por aqui e a de vocês quais são?